Diet concept

As informações deste website NÃO se destinam ao diagnóstico, tratamento, cura ou prevenção de qualquer doença ou condição. Consulte sempre um médico ou profissional qualificado da saúde antes de fazer mudanças na sua dieta. Sinta-se à vontade para ler mais sobre, na sua página própria.

Mange veier til "Rom" når man vil ned i vekt

Muitas pessoas acreditam que dietas são algo bom, que podem prover benefícios à saúde, e, para alguns, realmente é, mas também pode levar a distúrbios alimentares como a anorexia, ou ortorexia. Logo, é importante perceber que somos todos diferentes, e que dietas que dão bons resultados para uns, nem sempre darão os mesmos resultados para outros. Sem considerar isso, a vida pode ser problemática para muitos.

Dieta cetogênica (baixo carboidrato), a mais popular?

É difícil admitir, mas é a dieta que as pessoas mais buscam. Um grande percentual de pessoas que buscam a perda de peso, procuram por essa dieta, de acordo com a “Google Search Trends” (o gráfico mostra estatísticas dos últimos 12 meses).

Você pode ver que as palavras-chave são relativamente similares. Assim, pode-se concluir que a dieta Cetogênica é o que as pessoas mais procuram (10 de janeiro de 2021), mas isso mudará com o tempo. Quem quiser uma visão mais detalhada, em relação às regiões, pode acessar a página do Google para essas palavras-chave. Google’s side for disse søkeordene.

O mais popular nem sempre é o melhor!

På Facebook vil du kunne finne mange norske interessegrupper for lavkarbo. Noen med nesten 40.000 medlemmer så det er helt klart at denne dietten har mange tilghengere.

Isso não quer dizer que seja a melhor. Porque mesmo que você não esteja falando sobre hambúrgueres em uma página de perda de peso, você pode usar isso como exemplo para demonstrar que, nem sempre o que as pessoas mais buscam é o melhor (mesmo que você sinta que a dieta de baixo carboidrato seja).

Quando McDondald’s é o maior vendedor de hambúrgueres do mundo, nós podemos concluir que eles têm o melhor hambúrguer do mundo?

A maioria das pessoas pode discordar, enquanto alguns concordarão. Você pode jurar pelo que segue, muitas vezes por motivos psicológicos, porque é claro você não quer seguir uma dieta se acha que as outras são melhores, certo?

O conselho é influenciado por quem o dá!

Aqueles que dão conselhos, os conselhos dos especialistas, são frequentemente influenciados pelos seus interesses próprios. Se acreditar de outra forma, estará sendo ingênuo.

Sem entrar em muitos detalhes, alguém que seja personal trainer e nutricionista, o que soa como um grande título. Essa pessoa obviamente recomendaria exercícios físicos, mas eles nem sempre funcionam para todos.

Aquele que vende produtos de baixa caloria (como nós), com certeza irá recomendar que você corte a sua ingestão de açúcar, mas isso é algo comum na maioria das dietas, e conselhos para aqueles que querem perder peso.

É mais fácil perder peso ao comer menos calorias, do que queimá-las!

Alguns, até mesmo nutricionistas, irão dizer que a resposta está em gastar mais calorias do que se consome. Normalmente isso está correto, mas nem sempre! Porque algumas dietas tornam o seu metabolismo mais lento, então o seu corpo passará a usar menos energia, mesmo que você treine. Logo, a teoria nem sempre funciona. Portanto, podem haver pessoas que nunca tem resultados visíveis, apesar de todo o exercício.

Isso não significa que você não deve se exercitar. De qualquer forma, o exercício tem um efeito positivo na sua saúde.

Se você quer perder 10% do seu peso, você deveria cortar, ou queimar, o equivalente a 15-20% da sua necessidade normal de calorias por dia (30 kcal / 125 kJ por kg de peso corporal).

  1. Reduza sua ingestão de diária de caloria em 15-20%, em relação aquilo que mantém seu peso estável (30 kcal por kg corporal).
  2. Acelere seu metabolismo para queimar de 15-20% a mais de calorias. Por exemplo; faça uma caminhada rápida, de pelo menos uma hora, todos os dias.

Você deve levar em consideração que o seu corpo pode pregar uma peça em você, reduzindo o consumo de energia porque você está fornecendo menos energia. Nosso corpo é adaptável. Se você não gosta de exercícios, e não tem uma hora disponível para fazer exercícios, siga com o nº 1. Se puder, combine as duas opções.

*Em relação à restrição de alimentos com alto teor de gordura, aqueles que acreditam e tiveram boas experiências com a dieta Certogência, provavelmente protestarão, mas eles gostam de viver em um regime restrito. Para aqueles que não gostam, as experiências deles não são relevantes.

JEJUM INTERMITENTE

A dieta de 16:8 parece estar se tornando cada vez mais popular. Sendo 16 horas de jejum e 8 horas em que se pode comer. Para muitos, traz bons resultados em relação à perda de peso, e alega-se que reduz o risco de diabetes tipo 2.

Quando você come, você começa a demandar processos no sistema digestivo do seu corpo. Uma hipótese, é a de que, se você deixa o seu corpo ter um tempo sem precisar digerir a comida, ele terá um maior tempo para limpeza e manutenção.

Se essa teoria se sustenta, não podemos dizer. Mas o importante é que você não consumo mais calorias do que suas necessidades diárias, e evite coisas como o açúcar.

Coma mais:

  • Frutas: como maçãs, bananas, frutas vermelhas, laranjas, pêssegos, peras, etc. Legumes: Brócolis, couve-flor, pepinos, vegetais folhosos, tomates…
    Frutas e vegetais contêm fibras prebióticas que estimulam o crescimento das boas bactérias no intestino.
      
  • Grãos integrais: Quinoa, arroz, aveia, cevada, trigo sarraceno.
     
  • Gorduras saudáveis: Azeite, abacate, óleo de palma vermelho (de bagas) e óleo de coco.
     
  • Fonte de proteína: Carnes, aves, peixes, legumes, ovos, nozes, sementes…

Frutas, vegetais e grãos integrais contêm muita fibra, para que você se sinta saciado e bem. Gorduras e proteínas saudáveis também ajudam a dar uma boa sensação de saciedade.

Dietas com alto teor de gordura e baixo teor de carboidratos, assim como o jejum, não são recomendadas aqueles que sofrem com colite ulcerativa . 

Jejum com uma refeição por dia!

Pode parecer difícil ou que faz mal, mas há 10.000 anos, pode ser que eles comessem apenas uma vez por dia. 10.000 anos é pouco tempo na evolução humana. A maior diferença talvez seja que hoje temos uma baixa ingestão de fibra alimentar, muitos de apenas 20g por dia, já as pessoas que viviam quando a era do gelo terminou, ingeriam até 120g de fibra alimentar por dia. Hoje, a ingestão recomendada é de no máximo 50g por dia, o que decorre do fato de que poucas pessoas têm um sistema digestivo com bactérias suficientes para decompô-las.

O que geralmente ocorre quando você come apenas uma vez por dia, é que o corpo quer mais açúcar, e então tem que utilizar das reservas armazenadas no corpo que, em outra situação, não são utilizadas .

Uma ingestão menor de calorias do que o consumo também se aplica a quem come uma vez ao dia! Também, o menor consumo de açúcar e calorias vazias. Se você gosta de doces, nos recomendamos nossos substitutos do açúcar, e bebidas sem açúcar. Adoçados naturalmente.